Você sabe o que faz o otorrinolaringologista? Saiba um pouco mais sobre a especialidade

17.08.2015

 A otorrinolaringologia (oto = ouvido, rino = nariz, laringo = laringe) é muito ampla em relação aos estudos da face, pois não trata somente as doenças, mas também a parte estética que envolve toda a cabeça, com exceção do cérebro, olhos e dentes. Devido à sua amplitude, inclusive, o especialista desta área divide funções com vários outros, como o alergologista ou ainda o cirurgião plástico.

 

A principal função do otorrinolaringologista (ou, para abreviar, ‘otorrino’) é a de cuidar da audição, respiração, voz (englobando as cordas vocais), garganta e de tudo que estiver relacionado a isso, como o sono e as alergias das vias respiratórias. Cirurgias da face em geral também podem ser tratadas por ele, algumas, inclusive, de tumores que atingem parte do cérebro, e cirurgias no pescoço. Ele ainda faz plásticas estéticas em toda a face.

 

Geralmente o profissional é procurado após indicação de um outro médico, na maioria das vezes um clínico-geral ou pediatra. Entretanto, o presidente da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, Richard Louis Voegels, alerta. “Quando o paciente percebe que está com problemas relacionados aos ouvidos, nariz ou garganta, pode e deve procurar diretamente um otorrino. O clínico- geral saberia tratar uma otite (dor de ouvido) ou uma amidalite (dor de garganta) simples, mas o otorrinolaringologista é o especialista da área”.

 

Os sintomas que mais levam pacientes a este médico são obstrução nasal, o hábito de dormir de boca aberta e todas as outras alterações do sono provocadas por problemas respiratórios, inclusive o ronco. Essas alterações acabam sendo preocupantes, pois é comum encontrar pessoas dormindo mal por questões respiratórias, o que influi na qualidade de vida. As doenças infecciosas que acometem o nariz, a orelha e a garganta, como otite, amidalite, faringite (inflamação da faringe), sinusite (inflamação dos seios da face) e rinite (inflamação da mucosa nasal) também levam muitos pacientes aos consultórios e ainda todos os tipos de alterações da voz, como a rouquidão.

 

Nova realidade

Nos Estados Unidos, cerca de 75% das operações estéticas da face são feitas pelo otorrino. No Brasil, isso também começa a ocorrer: em Curitiba, por exemplo, a maioria das plásticas faciais ocorrem pelas mãos do especialista.

 

No Brasil existem mais de 6500 otorrinolaringologistas e, por ano, se formam cerca de 220 novos profissionais. O futuro médico cursa seis anos de faculdade e faz mais três anos de residência médica em otorrinolaringologia.

 

CUIDADOS SEMPRE NECESSÁRIOS
-Evite situações que gerem refluxo de ácido (a popular azia), como jantar e dormir em seguida.
 -Não consuma cafeína em excesso, que é ácida e irrita as cordas vocais.
 -Profissionais que se utilizam muito da voz, como professores, devem consultar um especialista para fazer bom uso das cordas vocais.
 -Ao sair da piscina ou mar, pingue uma ou duas gotas de álcool etílico no interior da orelha, para secar a umidade deixada pela água.
 -Lave o nariz com soro fisiológico. Além de mantê-lo descongestionado e limpo, não obstrui o canal entre o aparelho auditivo e o nariz.
 -Não tente limpar o interior da orelha com hastes com ponta de algodão.

 

Oferecimento:DrªLarissa Navarro otorrinolaringologia CRM: 9133 

 

Revista Viva Saúde

 

Fonte:http://clinicapedrocavalcanti.com.br/voce-sabe-o-que-faz-o-otorrinolaringologista-saiba-um-pouco-mais-sobre-a-especialidade/

Please reload

Eduarda Araújo
Blogueira
Mais postagens

Dicas para quando pegar um Uber.

December 9, 2019

1/18
Please reload

Informativos
Você_que_está_pensando_em_construir_sua_

Parceiros

  • WhatsApp
  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook
Todos os direitos reservados - 2013-2018 Rádio e Televisão
  • Unknown Track
  • -
  • Unknown Artist
00:00 / 00:00

Visitas