• Marabá Diário

Tá na moda?




Novas palavras são acrescentadas ao vocabulário cotidianamente, entrando em uso e desuso como um acessório de moda. Entretanto, será que as praticamos? Gratidão, empatia…


Prega-se o politicamente correto quando na prática a maioria vive a incoerência entre o discurso e a ação e não há problema algum desde que a sua postura seja de um aprendiz. Afinal, um mestre deve ter coerência, pois educa-se pelo exemplo, do contrário são apenas palavras jogadas ao vento.


Tornou-se "natural" o contentamento com o superficial, valorizar seguidores ao invés de amigos, ter tempo para o banal e reclamar da ausência do mesmo para o essencial.


O cultivo da ilusão de uma vida perfeita em redes sociais a base de filtros e realidades insustentáveis adoecem o físico, o mental, devastando a sociedade como uma cólera. Aparentemente olhar para fora é mais fácil, porque deparar-se com os conflitos internos e constatar a displicência consigo.


Por isso, indagar é preciso! Aonde andará a empatia e a gratidão? Nos dicionários? Talvez. Na dúvida, procurem no incoerente ditado popular que diz: "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço".


Bruna Araújo




0 visualização

CONHEÇA

Armações de diferentes modelos e preços.

Siga nosso Instagram

  • Instagram

Contato: (094) 991560210

" A vida é uma das maiores  escolas em que um individuo pode estudar. Pois, estudamos de forma integral, com aulas teóricas e práticas constantes, com professores rigorosos, e seu termino será somente quando acabar nosso ultimo fôlego de vida, enquanto tivermos  fôlego , somos estudantes ."

Adriana Araújo

Todos os direitos reservados - 2013-2020