• Marabá Diário

SONHO


De tanto sonhar Tornei- me como um sonho Irreal Imortal Invisível Intocável Louca. Não existo Não faço Não aconteço Sou como uma brisa Sou como a pomba Indo e vindo Pra lá e pra cá Sobre a face das profundas águas Cansada de tanto sonhar Sem ter aonde pousar.

Autora: Ivete Coelho Lara



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CONHEÇA

Armações de diferentes modelos e preços.