• Marabá Diário

Quase tudo


Autor: Adão Almeida -


Se o eu lírico fosse relatar o que você representa para ele, ele diria que você seria O seu quase tudo. Unicamente o tripé de inúmeras alegrias. O motivo da melancolia, a vontade da intensidade de continuar vivendo.

Diria que seria as oportunidades que lhes foram eximidas.


Você é bem realista ao verberar o mau gosto de vestir, você transpira ânimo ao vê-lo cabisbaixo. Além de fã, torce e contribui para os seus plurais sucessos.


Aperta seus parafusos quando estão quase caindo. Partilha seu lanche e o almoço, não esquece os docinhos, os zerinhos.


Os cafés das manhãs são apetitosos regados de deliciosas conversas. O eu lírico agradece por você existir e fazer parte da sua vida.




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CONHEÇA

Armações de diferentes modelos e preços.