• Marabá Diário

PELE DE SEDA

Atualizado: 27 de Mar de 2020



Pele branca como a neve,

E sedosa como a mais pura seda do oriente,

Lábios vermelhos cor de paixão,

Cabelos dourados que me induzem ao pecado.

Tem na voz uma calma,

Que faz serenar minha alma,

Porém os teus olhos penetrantes com a força de um ferrão,

Atravessam sem piedade o meu tão frágil coração.

Pele branca como a neve,

Doce aroma de paixão, dona da minha vontade, senhora da minha emoção,

Sei que tu não me amas e te amo sem razão.

Tu me olhas, mas não me ver,

E com isso faz sofrer o meu coração,

Porém eu sei esperar,

Com calma e resignação,

Para um dia entregar o meu amor em tuas mãos.


J. BEZERRA



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

QUINTANA

CONHEÇA

Armações de diferentes modelos e preços.