• Marabá Diário

Esperança


Em meio a pandemia , O poeta busca a intimidade das palavas. Elas os ajudam alimentar os sonhos E cultivar a esperança. As palavras são panaceia um acalento a mente , Que elimina os falsos pensamentos,, Torna o homem um ser altivo e potente.. Sem elas a colisão com o medo, Seria quase que inevitavel.


Adão Almeida & Valdir Araújo



27 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

QUINTANA

CONHEÇA

Armações de diferentes modelos e preços.