• Marabá Diário

Como é ser mãe de um filho autista


"...mães e pais serem cuidados, apoiados e tratados em suas dificuldades. Se pudéssemos efetivamente nos cuidar quão longe nossos filhos chegariam? "

Luana Mendes.








Outro dia me perguntaram como é ter um filho autista e qual seria o impacto na minha vida.

É uma vida de muita luta, aprendizados e vitórias, grandes e pequenas.


A gente guerreia com a gente, com a família, com a escola, com os médicos, com a sociedade, são embates mesmo. Lutamos com os próprios autistas.


Depois lutamos todo mundo junto pela mesma causa. Por eles. Depois que nossos filhos conquistam um mínimo de aceitação e conseguem se superar, a gente agradece, comemora e vai a luta de novo pra que outras crianças autistas também consigam, pra que mais diagnósticos sejam realizados, para que o conhecimento seja disseminado para que o futuro seja diferente do nosso presente.


Faço também nesse momento um adendo de que o presente de muitas crianças autistas da geração do meu filho é muito diferente das gerações passada porque teve outras mães que lutaram batalhas mais difíceis ainda que as que travei. Um muito obrigado a elas.


Então, ser mãe do Arthur Autista é também lutar pra me cuidar no meio de toda essa batalha, pra estar sempre forte e conseguir mais pra ele e pros outros. O meu maior desejo enquanto mãe de autista é que, além de todas as conquistas a que os autistas têm direito, possam também mães e pais serem cuidados, apoiados e tratados em suas dificuldades. Se com todas as nossas dificuldades nossos filhos conseguem conquistar suas vitórias quão grande elas ainda seriam se tivéssemos uma rede efetiva de apoio e segurança? Se pudéssemos efetivamente nos cuidar quão longe nossos filhos chegariam?

Escrita por : Luana mendes


58 visualizações

CONHEÇA

Armações de diferentes modelos e preços.

Siga nosso Instagram

  • Instagram

Contato: (094) 991560210

" A vida é uma das maiores  escolas em que um individuo pode estudar. Pois, estudamos de forma integral, com aulas teóricas e práticas constantes, com professores rigorosos, e seu termino será somente quando acabar nosso ultimo fôlego de vida, enquanto tivermos  fôlego , somos estudantes ."

Adriana Araújo

Todos os direitos reservados - 2013-2020