Terra Bendita!

Marabá surgiu assim

No início do século passado

Por militares e políticos

Que chegaram deportados

Saldo das duras revoltas

Existente em outros estados.

 

Era só o começo

Dos grandes desafios

De um pequeno vilarejo

Nas margens deum rio

Busco aqui descrever

O que pouca gente viu

 

Francisco Coelho

Homem de nobre valor

Em uma tangida de boiada

Por esta terra passou

Percebendo a extração vegetal

Do lugar se agradou.

 

Carlos Gomes leitão

Era um sujeito intelectual

Percebendo o interesse de Francisco

Fez a um convite legal

Contou da nova descoberta

Naquela conversa formal

 

O pequeno burgo estava

Na fase de crescimento

Francisco como empreendedor

Já pesou no desenvolvimento

Aceitou o convite de leitão

Com alegria e contento

 

Fez ali alguns projetos

Já que estava em euforia

Com o dinheiro da boiada

Mandou buscar a família

Montou ali um açougue

Pois já tinha freguesia.

 

Trousse algumas mulheres

Do estado do maranhão

Para alegrar a rapaziada

Já que não havia diversão

As famílias não gostaram

E ele toma outra decisão.

 

Leitão & coelho

Tiveram a conversar

Brevemente os dois saíram

Como estivessem a procurar

Subiram itacaíúnas a cima

Até um pontal avistar

 

O belo pontal é assim

Aonde dois rios faz a junção

Francisco encheu os olhos

Ficou feliz seu coração

Leitão convocou os homens

Para fazer um mutirão.

Ergueram o barracão

No abençoado lugar

Convidaram as vizinhanças

Para poder inaugurar

O sócio de Francisco discursou

E recitou a poesia Marabá.

 

Devemos tudo a este

Visionário empreendedor

Que ali ergueu um barracão

E de Marabá a chamou

Das letras era amigo

De Gonçalves Dias admirador.

 

Rapidamente já era uma vila

Com um futuro promissor

Sobre tutela de Baião

Por muito tempo ficou

Em mil novecentos e treze

Finalmente se emancipou.

etimologia da palavra "Marabá" é de um vocábulo indígena mayr-abá, que significa filho do estrangeiro com a índia ou ainda, fruto da índia com o branco.

Marabá é uma cidade acolhedora, oferece oportunidade à todos aqueles ao qual ela adota.

Tornou-se cidade exuberante

Como flor da margarida

Posso assim dizer

Minha Marabá querida

Os que nela acreditaram

Prosperaram suas vidas.

 

Teve passado humilde

Não dá para acreditar

Comercializou pele de animais

E castanha do Pará

Uma história emblemática

Que o tempo quis revela.

 

Marabá de nome forte

Digo com toda razão

Senhora de braços abertos

Mãe de bom coração

Todos que aqui chegara

Ela estendeu suas mãos.

O relógio não pode parar

Nem esperar por ninguém

Vejamos então agora

O rumo que as coisas têm

Graças aos contadores

Não ficamos no além.

 

Nomes admiráveis

Irão de perpetuar

José Diamantino

E o Léo da leolar

Na medicina Geraldo Veloso

Fez muito por Marabá.

 

Desejaram ver

Marabá grande e bonita

Dedicaram suas forças

Como pessoas que acreditam

Do barracão ao shopping Center

Rascunhei essa historia bonita.

 

O sol brilha para todos

Sem fazer acepção

Somos estrelas obliquas

Clamando emancipação

A deia não é dividir

E sim organizar a região.

 

Mesmo em dias difíceis

Restam legados da bravura

Foi por um tiro banal

Chegamos à desenvoltura

Homens esperançosos

Enfrentaram as batalhas duras.

 

Gostaria de falar em todos

Sem deixar nada para traz

Agradecendo aos fundadores

E as famílias tradicionais

Também aos políticos

Que são fundamentais.

 

Agradeço ao pai eterno

Deus nosso criador

Foi ele que me deu o dom

De poeta contador

Cada conto que escrevo

O peito enche de amor

 

Quero aqui me despedi

Da flor da margarida

Esta me acolheu

Com oito anos de vida

Venho de outo estado

E aqui encontrei guarida.

 

Meu caloroso abraço

Ao povo de Marabá

Sinto-me bastante feliz

Por suas narrativas contar

Escrevendo com a alma

As historias deste lugar.

Marabá tem História!

O cordel “Marabá Surgiu Assim” traduz parte de uma mescla de enredos, em linhas de fuga, recontando as histórias da mestiça Marabá. 

Escritor: Adão Almeida

És cidade relicária graciosa
Imponente na história que palpita
Nos corações de teus filhos
Que cantam sem cessar
Marabá! Marabá! Terra Bendita.

(Refrão do Hino de Marabá)

Terra de prosperidade.

Bandeira de Marabá

  • Facebook
  • Instagram

"Você acolheu minha familia, nós deu a chance de crescer e de criar raizes em um lugar ".

Obrigada Marabá -

Eduarda Araújo

" A vida é uma das maiores  escolas em que um individuo pode estudar. Pois, estudamos de forma integral, com aulas teóricas e práticas constantes, com professores rigorosos, e seu termino será somente quando acabar nosso ultimo fôlego de vida, enquanto tivermos  fôlego , somos estudantes ."

Adriana Araújo

Nós siga no Instagran

  • Instagram
Todos os direitos reservados - 2013-2020